Parashah da Semana: Lech Lechah

A parashah desta semana é Lech Lechah, uma parashah belíssima, cujo nome significa Sai Tu. Nesta parashah identificamos por reflexo o chamado, ou melhor, a ordem do Eterno, para que saiamos do meio de todo paganismo e sigamos pelo Caminho que Ele mesmo nos mostra. Sabemos que o Caminho é Yeshua, a Torah Viva, que nos leva à uma vida de santidade e temor ao Eterno, cumprindo e guardando todos os seus mandamentos.

Amamos e servimos a Elohim por fé, pela fé somos salvos e pela fé cumprimos os mandamentos do Eterno. Sim, pois a fé sem obras de nada vale.

“Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril?” Ya’akov/Tiago 2:20

Isso quer dizer que ter fé não significa uma crença meramente intelectual em Elohim, não significa dizer eu creio em Elohim e no Seu Filho, mas continuar com sua vida medíocre, servindo ao pecado, ou seja, a violação da Torah. Ter fé é ter obediência.

Segue abaixo mais alguns comentários sobre esta Parashah, do Rabino nazareno Sha’ul Bentsion.

Lech Lechah (Sai tu)

Bereshit (Gênesis) 12:1 – 17:27


1 – Você ouviu o chamado de Elohim?

Esta Parashah começa com Elohim dizendo a Avraham: “Lech Lechah”, ou seja, sai tu. O chamado de Elohim era para que Avraham saísse do meio do paganismo da casa de seus parentes, e estabelecesse uma nova família, santa e separada ao Eterno. Imagine se Avraham tivesse permanecido mais tempo lá, dizendo “Não, S−NHOR, ainda não estou preparado…” ou tivesse se perguntado “será que é isso mesmo que Elohim quer de mim? Vou orar a respeito…” Já sabemos o que teria acontecido. Contudo, muitas pessoas adotam essa postura. Fazem exatamente o contrário de Avraham.

Temos estudado na Bíblia (Palavra de Elohim) sobre o que Elohim acha de certas coisas. Porém, muita gente ainda está em dúvida se deve mesmo seguir as recomendações da Palavra de Elohim. Achim (irmãos), não esperem mais! A hora de mudar é agora. Faça como Avraham: deixe para tudo o que desagrada ao Eterno, e embarque numa jornada com Ele rumo a uma vida de santidade!

 

2 – Avraham escapa da morte

Ao longo da história, algumas pessoas foram peças fundamentais nos planos de Elohim, para que nós viéssemos a ter o plano de redenção traçado – dentre elas, podemos citar Avraham, Moshe (Moisés), David e Yeshua. Estes quatro homens têm algo em comum: antes derealizarem a missão deles, todos os quatro sofreram tentativas de assassinato.

As Escrituras nos contam os relatos de Moshe, David e Yeshua. Porém, para conhecermos a história de como HaSatan tentou impedir a Avraham de cumprir os planos de Elohim, temos que recorrer à tradição judaica: Segundo os relatos orais do nosso povo, Terach, pai de Avraham, era um fabricante de ídolos. Certo dia, Avraham entrou em seu depósito, e vendo todos aqueles ídolos falsos, se enfureceu e, com um martelo, quebrou a todos, exceto ao maior deles. Avraham pôs então o martelo nas mãos da estátua maior. Quando Terach retornou e viu o que havia ocorrido, perguntou a Avraham: O que aconteceu? Avraham então disse a seu pai que o ídolo maior havia destruído todos os outros. Terach então disse:

Mas isso é absurdo! Sabemos que uma estátua não pode fazer isso! Então Avraham respondeu: mas se uma estátua não podem nem pegar um martelo e destruir as outras, então como pode você crer que tais estátuas criaram o mundo, ou têm poder sobre nós? Por que serves a estes falsos ídolos? Depois disto, o rei Nimrod (vide parasha anterior), que servia a falsos deuses, mandou jogar Avraham numa fornalha. Tal qual Daniel, Avraham escapou ileso.

Podemos ver que o inimigo sempre agia pra tentar destruir os planos de Elohim, e com Avraham não foi diferente. Contudo, Elohim é soberano. Se Ele tem um plano, quem pode ir contra Ele?

 

3 – Indo para uma nova terra

Repare que Elohim não manda apenas Avraham viver uma vida santa, mas sim sair da terra onde reinava o paganismo e ir para uma nova terra. O que podemos aprender disto com relação ao que Elohim desejava para a terra de Israel? Vemos ao longo da história do povo que sempre que o mesmo falhava na sua missão de remover da terra toda a fonte do paganismo, caia em pecado. Luz e trevas não podem se misturar (vide 2 Coríntios 6:14 em diante) – logo, se há em nossas vidas alguma prática pagã, e nossa postura tem sido a de achar que “não tem nada demais”, devemos nos perguntar se estamos fazendo a vontade do Eterno.

4 – O que é ser um profeta de Elohim

Atualmente, há muitos que pensam que ser um profeta é ser a “versão crente” de um adivinhador. Ora, sabemos que adivinhação é um pecado abominável perante o Eterno. É claro que o Eterno fala sim, como sempre falou, por intermédio de profetas. Porém, um profeta não é essencialmente uma pessoa que irá te dar todas as respostas para sua vida. Mas então, qual a principal função de um profeta? Temos uma boa ‘dica’ nesta parasha:

Repare que em Bereshit (Gênesis) 20:7, Avraham é a primeira pessoa a ser chamada de profeta pelas Escrituras. Mas, o que havia de especial em Avraham? Se voltarmos a Bereshit (Gênesis) 12:2, vemos que um novo tipo de relacionamento se iniciou entre Elohim e um homem. Até então, tínhamos relatos de Elohim abençoando outras pessoas: Adam, Noach (Noé), etc. Contudo, em Avraham, Elohim disse que outros seriam abençoados. Podemos então concluir que a função principal de um profeta não é adivinhação, mas sim ser um veículo de bênçãos do Eterno para outros.

 

5 – O que é fé?

Sabemos que Avraham foi o pai da fé (vide Gálatas 3:7). Muitas pessoas atualmente dizem ter fé em Elohim. Mas será que sabem o que é ter fé? Segundo as Escrituras, podemos dizer o seguinte:

 

a) Fé não é superstição. É necessário conhecer a Palavra de Elohim (Romanos 10:17) – Avraham sabia quem Elohim era, quando Ele o chamou;

b) A fé é dada por Elohim (Efésios 2:8) – Foi Elohim quem chamou a Avraham;

c) A fé requerer confiança em Elohim, mesmo quando nossos sentidos não alcançam; (Yehudim /Hebreus 11:1) – Pela fé, Avraham largou tudo o que tinha e aceitou ir em uma jornada com Elohim, mesmo sem saber onde Elohim o levaria;

d) A fé verdadeira não é só intelectual, requer atitude (Ya’akov / Tiago 2:20−26): Avraham não apenas aceitou que a Palavra que Elohim lhe deu era verdadeira, mas também OBEDECEU;

 

Logo, estes são os passos da fé: Conhecer, ser chamado, confiar, obedecer. Será que temos demonstrado os frutos da fé verdadeira? Fica a pergunta para reflexão.

 

6 – As ‘almas’ de Avraham e Sarah

Bereshit (Gênesis) 12:5 traz uma passagem meio misteriosa: fala das ‘almas’ adquiridas por Avraham e Sarah. Se analisarmos os termos originais, a passagem fica ainda mais misteriosa, pois a palavra que é comumente traduzida como ‘adquiridas’ vem da raiz ‘asah’, pode ser traduzida como ‘geradas’. Isto parece ser intencional, pois quando fala dos bens materiais, a Torah usa o termo ‘rakash’, que quer dizer apenas ‘adquirir’.

Segundo a tradição judaica, isto significa duas coisas: Primeiramente, que Avraham e Sarah levaram com eles pessoas que se converteram ao Eterno. Em segundo lugar, Avraham e Sarah geraram almas. Porém, se eles não tinham filhos ainda, o que quer dizer isto? Que Elohim já havia gerado através de Avraham e Sarah as almas de todos os judeus. Isto nos ensina algo valioso: a ‘família de Avraham’ era composta de seus descendentes naturais e também daqueles que se converteram a Elohim. Compare isto com Romanos 11.

 

7 – Até Avraham Falhou

Em Bereshit (Gênesis) 12:10−20, vemos uma ‘trapalhada’ de Avraham que começou com uma mentira, mentira essa que quase lhe custou a vida. Tal mentira foi gerada pelo medo de Avraham de ser morto. Repare que até o pai da fé falhou. Contudo, no final deste relato vemos que Elohim o pôs de volta nos eixos, e novamente nos planos que tinha para ele. Isto nos ensina que mesmo quando erramos, se nos voltamos a Elohim, Ele está pronto para nos ajudar a voltarmos a viver de acordo com os planos dEle.

 

8 – Um Milagre Desconhecido?

Existe uma interessante interpretação de nível SOD (vide o artigo ‘Interpretando as Escrituras como um Judeu’) para Bereshit (Gênesis) 14. Sabemos que no hebraico os números têm uma simbologia especial. Sabemos também que cada letra possui um valor numérico. Quando olhamos para o capítulo 14, passuk (versículo) 14, vemos que 318 servos de Avraham resgataram a Lot. Porém, vemos no capítulo 15 que o nome do servo de Avraham era Eli’ezer. O valor numérico de Eli’ezer, no hebraico, é justamente 318! Agora leia o relato de 1 Samuel 14. Será apenas uma coincidência numérica, ou será que a Torah está dando indícios de um grande milagre? Fica a pergunta no ar!

 

9 – Medo x Fé

Chega a ser irônico termos falado tanto de fé e, de repente, em Bereshit (Gênesis) 15:1, temos um relato onde Elohim precisa dizer a Avraham para não temer, não é? Não, achim (irmãos), não é irônico! Nós temos uma tendência muito errada de acharmos que o medo e a fé são opostos. Ora, o medo é um sentimento natural. Considere o contexto de Bereshit (Gênesis) 14. Havia muitas guerras na região. Era absolutamente natural que Avraham sentisse medo. A demonstração de fé é dada não quando não temos medo, mas quando confiamos em Elohim até quando sentimos medo.

 

10 – A importância do Pacto de Avraham

Em Bereshit (Gênesis) 15 temos o relato do pacto entre Elohim e Avraham. De acordo com relatos históricos de diversas fontes, era comum naquela época quando duas pessoas faziam um pacto, elas cortavam animais em dois e os dispunham em um local um pouco mais inclinado, de modo que o sangue escorresse e fizesse uma espécie de caminho. As duas pessoas então passavam pelo sangue. Isto significava que se algum deles descumprisse o pacto, então que responderia com a própria vida pelo pacto descumprido.

Ora, vemos porém que Elohim fez cair sobre Avraham um sono profundo e passou sozinho pelo caminho de sangue. Porém, Elohim não é homem para descumprir um pacto. Elohim não precisava ter passado por aquele caminho. Qual a implicação disto então? Percebemos ao fazer isto que Elohim estava prometendo a Avraham que se o pacto fosse descumprido, o próprio Elohim pagaria com Sua vida pelo pacto descumprido! Ou seja, os descendentes de Avraham jamais morreriam, mesmo que descumprissem o pacto. Por amor de Elohim a Avraham e à sua família. É por isso que em Yeshua, as nações são benditas em Avraham (vide Bereshit / Gênesis . Por que? Porque passam a ser parte da família de Avraham! Da mesma forma, temos a certeza (reforçada por Romanos 11:26) de que todos os judeus um dia serão salvos em Yeshua, pois a promessa de Elohim a Avraham foi incondicional.

 

11 – Bereshit (Gênesis) e o Conflito no Oriente Médio

Hoje, vemos que o Oriente Médio é um local de grandes conflitos. Há 21 nações árabes ao redor de Israel, que não só brigam entre si, mas também querem a destruição de Israel, além de brigarem com outros vizinhos. A explicação encontra−se em Bereshit (Gênesis) 16, que diz que Yishma’el (Ismael) seria como um jumento selvagem, que se levantaria contra a sua parentela. Seria contra os homens e os homens contra ele.

Repare que estamos falando da região mais rica (devido ao petróleo) do planeta. E, no entanto, os países árabes são os locais de maior conflito, maior opressão dos governos para com suas populações, maior briga entre nações. A Palavra de Elohim já profetizava isto há milhares de anos, pois os povos árabes são descendentes de Yishma’el. Infelizmente, naquela região não haverá paz até o dia do retorno de nosso S−NHOR.

 

12 – A mudança dos nomes de ‘Avraham’ e ‘Sarah’

Outro detalhe que passa desapercebido é a letra que Elohim dá a Avraham e Sarah. Avraham se chamava Avram; Sarah se chamava Sarai. Ambos os nomes ganharam a letra ‘Hey’, que é justamente uma das letras do nome de Elohim (Yud−Hey−Vav−Hey), e é associada, segundo a tradição judaica, ao sopro divino. Logo, a mudança de nome de Avraham e Sarah em Bereshit (Gênesis) 17 é mais do que uma mudança do destino deles, é um ato de um unção da parte da Ruach HaKodesh (Espírito Santo). O novo nome de Avraham e de Sarah é também um sinal da vitória deles em Elohim. Compare isto com Apocalipse 2:17

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: